O que é este blog?

Este blog trata basicamente de ideias, se possível inteligentes, para pessoas inteligentes. Ele também se ocupa de ideias aplicadas à política, em especial à política econômica. Ele constitui uma tentativa de manter um pensamento crítico e independente sobre livros, sobre questões culturais em geral, focando numa discussão bem informada sobre temas de relações internacionais e de política externa do Brasil. Para meus livros e ensaios ver o website: www.pralmeida.org.

sábado, 23 de fevereiro de 2013

A blogueira e os mercenarios, 10 (fim?): Cubanos e companheiros retiram suas milicias sujas das ruas...

A estratégia parecia genial: já que a agente da CIA vinha atacar a gloriosa revolução cubana no Brasil, os enviados diplomáticos da dita cuja combinaram com seus serviçais companheiros nacionais uma série de protestos "voluntários", com amplo uso de simpatizantes da causa moribunda.
Seria esperto se não fosse esperto demais.
As milícias organizadas de voluntários eram por demais trogloditas, formadas por mentecaptos, rústicos ou simplesmente bárbaros, como os de Átila e Gengis Khan, por exemplo, uma horda de mercenários mal pagos, recrutados no lumpenproletariado que vive de favores companheiros, e que se revelou agressiva demais; bem feito para os estrategistas idiotas.
Deu certo demais; deu tão certo, que deu errado, e entornou o caldo.
Alguém menos idiota percebeu que era contraproducente, já que a população estava vendo de que material são feitos esses fascistas a soldo.
Assim, deram ordens para retirar suas tropas da rua.
Será que alguém vai ser responsabilizado pela c......a?
Acho que não; vão fazer um cursinho de boas maneiras para as milícias fascistas atuarem da próxima vez... embora essas coisas nunca dêem certo quando se trata de mercenários do lumpen.
Fascistas são fascistas por definição, ou seja, trogloditas por natureza...
Os seus chefes são retardados mentais, mas ainda possuem dois neurônios que usam de vez em quando. Vão ficar quietos agora e tentar controlar a malta de rufiões que anda babando por aí.
Paulo Roberto de Almeida 
Postar um comentário